Em sociedade inclusiva o herói não é a pessoa que é hoje!

        Algumas semanas atrás, eu escrevi o texto, A pessoa com deficiência, será que vai ser sempre um incapaz ou um herói? http://migre.me/4Dk6V, é um post muito interessante.
Ao final deste texto, eu continuei pensando no assunto, me veio a ideia de inclusão com  o herói do texto. Vou explicar melhor, no outro post, eu disse que a pessoa com deficiência que teve todo o incentivo, apoio e aproveitou, vai ser visto pela sociedade como um herói. No entanto hoje com a inclusão, todas as pessoas com deficiência vão ser heróis? É aqui que quero chegar, acho que tem aqui uma contradição.
 Inclusão seria aceitar as diferenças de cada um, trabalhar com elas, pensar em ambiente em que todos possam usar, estimular o potencial de todos e saber que cada ser humano tem o seu lugar na sociedade. Acredito que inclusão é mais ou menos isso, então agora vem à contradição. Se em sociedade inclusiva todos têm oportunidades, porque a pessoa com deficiência seria visto ou como um coitado, fora da sociedade, ou essa pessoa vai ser um herói? Acho que em uma sociedade inclusiva de verdade, um herói seria, por exemplo, a mãe ou e o pai para o filho, enfim o herói não seria aquela pessoa com deficiência que conseguiu simplesmente uma  oportunidade e sucesso na sociedade.

Não sei se ficou claro o texto, se consegui passar a ideia. Caso isso não tenha acontecido, me avise, eu escrevo novamente.

Até mais,
bjo,
Carol 

2 comentários:

UMA MÃE PARA TRÊS

Oi Carol prá mim ficou claro o texto sim mais estou longe de ser heróina,gostaria que você me dissese se conhece algum blog, com uma mãe com problema parecido com o meu, até, Thais.

Carolina Câmara

Oi Thais, que bom que o texto ficou claro para você!
Thais, eu olhar para te indicar alguns blogs, ok?
bjs

" As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem". Chico Buarque
 
Carolina - Um sonho a mais não faz mal
Design por João Elias - Topo ↑