Que tal, tentar não falar: não pode!

Têm pessoas que gostam, sentem prazer, talvez preconceito ou simplesmente por ingenuidade, de falar para uma pessoa com deficiência que ela não pode fazer determinada atividade ou não pode ir a algum lugar. Eu não sei bem o motivo, mas sei que a pessoa com deficiência não gosta e não precisa ouvir isso.

 Não tem ninguém melhor que ela própria, e os pais, para saber o que pode e o que não pode. A pessoa conhece o seu corpo, os seus limites, os seus potenciais, enfim si conhece. Pode ela mesma tomar as decisões da sua vida. Veja bem, não estou falando de conselho de amigo, isso é muito bom!
Aqui estou falando de algo mais fundo, mais ou menos como uma “censura”. Isto é, você pode fazer isso e você não pode fazer aquilo! O pior disto tudo, é que quem costuma fazer a “censura”, é aquela pessoa que mal conhece a pessoa com deficiência.
Por isso ai vai um conselho, é só um conselho, evite usar a frase; você não pode! Não tem a menor necessidade de falar isso.

Até mais,
bjo,
Carol 

2 comentários:

Daniel Faria

Olha eu de novo Carol rs.. Concordo com que disse, muitas pessoas acham que não podemos fazer certas coisas, isso quem tem que saber somos nós, cada um sabe do seu limite!

beijinhos

Carolina Câmara

Oi Daniel, cada um sabe dos seus limites e as pessoas têm que respeitar os limites do outro, é que entra a educação!
bjs

" As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem". Chico Buarque
 
Carolina - Um sonho a mais não faz mal
Design por João Elias - Topo ↑