O que está acontecendo?


                O Brasil hoje está de luto, por causa da tragédia que aconteceu nesta manha de quinta-feira no Rio De Janeiro. Passei o dia todo, pensando sobre isso, não só eu, mas todos nós.
A cada momento que vinha essa tragédia na minha cabeça, eu olhava, e estou olhando, de vários ângulos; tem horas que penso neste ser humano que vez uma coisa desta, em que situação ele estava? Como era a sua vida? Como era o seu dia a dia? Tinha família, amigos? Como foi a sua vida escolar? Enfim, são milhares de perguntas que a gente faz para tentar entender o que levou esse sujeito a fazer uma barbárie dessas.
Outro ângulo que eu olho, é o susto que as crianças, os jovens e os profissionais tomaram quando um homem entrou atirando nas salas de aula. O susto, certamente, se transformou em pânico. A escola, naquele momento, virou cenário de guerra. Uma guerra um pouco diferente, pois nessa guerra apenas um atacava e as vitimas eram apenas pessoas que estavam começando a vida e estavam ali para aprender.
Um outro ponto que me faz pensar, é nas famílias que perderam uma pessoa neste massacre, a dor, a revolta. Famílias que vão ter que viver o luto dessa perda e vão precisar de apoio, porque não é fácil aceitar que alguém acabe com a vida do outro deste modo.
Agora vem um outro ângulo, que é o trabalho que a escola vai ter que fazer com os alunos e também com os profissionais, pois não é possível apagar da memória o que essas pessoas viveram nesta manhã. Por isso a escola tem agora um papel fundamental na vida desses seres humanos em formação, é hora de acolher, cuidar, amparar, conversar sobre o assunto, trabalhar a percepção que cada um tem de si e do outro. É a escola tem muito e um longo trabalho.
Acredito que não é somente esta escola que tem que trabalhar com esta tragédia, mas todas as escolas em geral. Isso que aconteceu foi enorme, varias mortes e feridos, porem se a gente for olhar, está acontecendo diversos casos de pessoas espancando, abusando, matando, enfim o ser humano não tem mais limites. Então chegou à hora das escolas, dos pais, dos educadores, políticos, pararem e olharem mais para as crianças e para os adolescentes.
Vamos refletir sobre a nossa sociedade, o que está acontecendo?




Até mais,
bjo,
Carol 


2 comentários:

sonia lourenço

estão-se a perder valores... infelizmente! morais, sociais,emocionais... o respeito pelo próximo

Carolina Câmara

Oi Sonia, agora temos que recuperar os valores, orais, sociais,emocionais, e é claro o respeito pelo próximo!
bjs

" As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem". Chico Buarque
 
Carolina - Um sonho a mais não faz mal
Design por João Elias - Topo ↑