O bichinho

Quando eu era pequena minha mãe me dizia que eu tinha um bichinho dentro da minha cabeça, por isso que eu precisava de ajuda de outras pessoas. Meus pais não tinham como me explicar o que tinha acontecido comigo, por isso inventaram essa história.

Eu achava que um belo dia esse bichinho ia sair de dentro da minha cabeça! Então eu falava: quando eu ficar boa, eu vou fazer tal e tal coisas. Na escola quando o tema da redação era minha vida, eu sempre colocava que meu maior sonho seria eu ficar boa.

Essa ilusão durou mais ou menos até os 12 anos de idade. Foi aí que eu percebi que eu não ia ficar boa, foi difícil deparar com a realidade. Sofri muito, mas ainda bem que eu sofri, pois foi daí que veio a minha aceitação.

Até mais,

bjo,

Carol

3 comentários:

Ari Vieira

Carol, você sempre nos emociona...obrigado por existir e me fazer acreditar num mundo melhor!
Adoro você, beijos
Ari

Carolina Câmara

Nossa obrigada, é muito bom pode tentar fazer um mundo melhor..
É um prazer ter pessoas tão especiais com vc aqui no blog.
bjs

FER

É NA VERDADE NESSA SOCIEDADE MODERNA NÓS DEVEMOS ENSINAR NOSSOS FILHOS QUE NO MUNDO EXISTEM DIFERENÇAS PORÉM O MUNDO PERTENCE Á TODOS E TODAS,NA NOSSA GERAÇÃO ESSAS EXPLICAÇÕES SERÃO MAIS FÁCEIS DO QUE ERAM PROS NOSSOS PAIS.

" As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem". Chico Buarque
 
Carolina - Um sonho a mais não faz mal
Design por João Elias - Topo ↑