Ou isto ou aquilo


Cecília Meireles

Ou se tem chuva e não se tem sol,
ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo nos dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.

Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.


Esse foi o primeiro poema que eu li. Ele é lúdico, escrito para as crianças. Mas este poema também muito interessante para todas as pessoas em geral, pois ele mostra que a gente sempre tem que fazer uma escolha, ou isto ou aquilo. Quando nós escolhemos algo, temos que perde outro, infelizmente nunca podemos ter as duas coisas ao mesmo tempo.

A escolha não é algo fácil, causa angustia, porque não gostamos de perder nada.

Eu tenho dificuldade de escolha, sou indecisa, acho que foi por isso que minha Terapeuta Ocupacional ou a Fono, me apresentaram esse poema!

Até mais,

bjo,

Carol

1 comentários:

Felipe

É muito perspicaz sua Fono

" As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem". Chico Buarque
 
Carolina - Um sonho a mais não faz mal
Design por João Elias - Topo ↑